Apresenta:

#VEM AI

07.10

Um bate papo sobre:

Menopausa e climatério

Mitos e verdades da reposição hormonal e a correlação com câncer de mama.

Palestrantes

Dra Tamires Richards
Ginecologista

Dra Isabel Gehling
Generalista

inscreva-se, serão APENAS 50 vagas!

Faltam Apenas

Dias
Horas
Minutos
Segundos
Inscrições encerradas!

Sobre o evento

Tradicionalmente, o Outubro Rosa é um mês em que nos envolvemos em atividades de conscientização da importância das rotinas de monitoramento para a prevenção do câncer de mama. Este tipo de câncer aumenta sua prevalência com o avançar da idade e coincide com o período da menopausa, levantando a questão: hormônios: repor ou não repor?

Mantendo nosso foco em prevenção e desejando o esclarecimento, trazemos nossa Ginecologista Tamires para abordar o tema: Mitos e verdades sobre o câncer de mama e o que a reposição hormonal tem a ver com isso.

A palestra acontecerá no Centro de Prevenção Sergio Choji Yamada, Rua Rui Barbosa, 703 – Centro.

Horário:
Início às 9h da manhã.

Teremos também sorteios de brindes e um delicioso Coffe Break.

Um pouco mais sobre menopausa e climatério

Causas da menopausa:

Todos os óvulos que a mulher produzirá ao longo da vida têm sua origem em células germinativas (ou folículos) dos ovários já presentes no momento em que nasce uma menina. Essa reserva é usada desde a primeira menstruação (menarca) até a última (menopausa). Mulher nenhuma é capaz de formar novos folículos para repor os que se foram. Quando morrem os últimos deles, os ovários entram em falência e as concentrações dos hormônios femininos, estrogênio e progesterona, caem irreversivelmente.

Entre outras causas possíveis da menopausa, estão as cirurgias ginecológicas que incluem a retirada dos ovários.

Sintomas:

Para algumas mulheres a fase da menopausa e do climatério não apresenta sintomas, porém, a maioria delas começa a ter sintomas já no início do climatério e, com a diminuição progressiva dos hormônios femininos, os sintomas vão aumentando. Os mais comuns são:

  • Ondas de calor ou fogachos: episódios súbitos de sensação de calor na face, pescoço e parte superior do tronco, geralmente acompanhados de rubor facial, suores, palpitações no coração, vertigens, cansaço muscular. Quando mais intensos, podem atrapalhar as tarefas do dia a dia;
  • Irregularidades na duração dos ciclos menstruais e na quantidade do fluxo sanguíneo;
  • Manifestações como dificuldade para esvaziar a bexiga, dor e pressa para urinar, perda de urina, infecções urinárias e ginecológicas, ressecamento vaginal, dor à penetração e diminuição da libido;
  • Sintomas psíquicos: a redução dos níveis de hormônios femininos interfere com a liberação de neurotransmissores essenciais para o funcionamento harmonioso do sistema nervoso central, fazendo com que aumentem as queixas de irritabilidade, instabilidade emocional, choro descontrolado, depressão, distúrbios de ansiedade, melancolia, perda da memória e insônia;
  • Alterações na pele, que perde o vigor, nos cabelos e nas unhas, que ficam mais finos e quebradiços;
  • Alterações na distribuição da gordura o corpo, fazendo com que se concentre mais na região abdominal;
  • Perda de massa óssea característica da osteoporose e da osteopenia;
  • Risco aumentado de doenças cardiovasculares: a doença coronariana é a principal causa de morte depois da menopausa.

Preencha para validar sua inscrição!

Dúvidas sobre o evento falar com a Equipe de APS

67 3027-0503

67 9895-4514